Posts com Tag ‘Bares’

Links da semana

Vídeos

  • CQC na Argentina e o controle remoto universal – abrir
  • Bate papo com Rafinha Bastos sobre a água – abrir
  • Fritada – Humoristas fritando Rogéria – abrir
  • Dunga em Um dia de Fúria – abrir

Sites e Matérias

  • Entenda o funcionamento do Kinect – abrir
  • Mini Absolut com camisa da Seleção – abrir
  • Conheça todos os detalhes da Camisa da Seleção Brasileira – abrir
  • Truques espertos para você ser profissional diante do copo – abrir
  • Jornalista do TV Fama, Mônica Apor, será capa da Playboy de Julho – abrir
  • Em clima de Copa do Mundo, Moteis oferecem calcinha verde-amarelas – abrir

Top Posts HSF

  • Músicas para… – abrir
  • Por que os mais bonitos perdem para os mais comuns? – abrir
  • Cachecóis: elegância, sofisticação e despojamento – abrir

Universo Feminino

A PrimaPor: A Prima

Olá meus lindinhos!

O post de hoje tem como objetivo responder a uma pergunta extremamente recorrente entre os homens: por que os homens mais bonitos geralmente acabam perdendo as mais gatas para os caras mais comuns?

Você sai na noite com os amigos. Ao chegar na balada, acaba se deparando com aquela mulher bonita, interessante e disponível, que logo chama sua atenção. Você, confiando no seu taco, dá início às suas táticas de sedução. Tudo parece correr bem até que você olha, e lá está sua garota com um cara que, em uma primeira olhada, não é tão bonito quanto você nem parece mais interessante! E aí você fica com aquela cara de “Whatahell?”*. Pois é. Aposto que você já passou por isso antes, né lindinho?

Há alguns anos discuti esse assunto com meu irmão. Eu mesma nunca entendia direito como ele, sendo generosamente gordinho e sem nenhum atrativo físico diferenciado, tinha tantas seguidoras fiéis e um considerável número de admiradoras declaradas e discretas, enquanto vários amigos deles super gatos estavam sempre a ver navios. E ele me deu a chave do sucesso: bom humor é fundamental – ou estratégico.

Meu sábio e pegador irmão (enquanto solteiro, claro) assim me disse: fazer uma mulher rir representa 70% da conquista inicial; 20% fica com a conversa mais séria; e o resto fica por conta de vários outros elementos, dentre eles o físico. E de fato é isso mesmo. Desde que ouvi essa receita de sucesso, passei a observar bem o que minhas amigas falavam sobre os gatinhos que chamavam a atenção delas, e passei a observar também o que de fato prendia minha atenção nos carinhas que me abordavam. E o bom humor apareceu sempre como o elemento comum e determinante (só perde mesmo para os casos de paixão à primeira vista e amores arrebatadores.. mas isso fica pra ciência explicar pra gente, ou para os mais românticos e defensores da teoria da existência das almas gêmeas).

(mais…)

Bilhetinhos

Publicado: junho 17, 2010 por A Prima em Universo Feminino
Tags:, , , , ,

Universo FemininoA PrimaPor: A Prima

Olá, meus lindinhos!

Em época de Copa do Mundo e festas juninas, com vários eventos sociais agendados e possibilidades ilimitadas de interação potencializadas por alto grau de alterações etílicas (pegação facilitada pelo álcool), resolvi tratar de algo que pode facilitar a azaração: os bilhetinhos.

Começo contando um caso que acompanhei recentemente em uma das minhas aprontações pela noite em uma das cidades desse meu Brasilzão. Estava conversando com duas garotas, e uma delas (a mais bonita) falava sobre os carinhas que “chegaram nela” durante a noite. Fechou seu relato dizendo: “Gostei mais do japinha… sabe por quê? Ele me deu um bilhetinho”. Perto de nós estavam três rapazes que, diante da afirmação da bonitinha, reagiram na hora dizendo “Haaaaa pára, né… vai dizer que você, dentre tantos caras mais bonitos e chamativos, escolheria o japinha por causa de um bilhetinho??? Mulher nem gosta dessas coisas! Bilhetinho é barango!”.

É, existem várias baranguices no mundo. Uma coisa que não é baranga: bilhetinho. Já essa postura dos três bonitinhos é uma dessas baranguices (isso porque, acreditem ou não, dois deles me confidenciaram depois que estavam querendo ficar com as duas mocinhas com as quais eu estava conversando. Queriam, e tiveram essa postura. Conseguiram? Aham.. Conseguiram exatamente da mesma forma que o Green conseguiu segurar aquela bola no jogo Inglaterra x EUA). Para tentar provar para os três garotinhos que eles estavam equivocados, passei a perguntar para cada mulher que passava pelo local qual a opinião delas sobre os bilhetinhos. E a resposta foi unânime: se tem um conteúdo minimamente aceitável, é um diferencial e tanto. Nada barango. Nem preciso dizer que os três rapazes ficaram com cara de paisagem a cada resposta feminina, né?

Pois bem, meus amores. Sabem por que os bilhetinhos fazem sucesso com o público feminino? Nós, mulheres, gostamos muito de boas lembranças. Com os bilhetinhos, temos uma lembrança concreta de um momento agradável, em que fomos observadas, notadas e desejadas. A noite pode ter sido uma tragédia, mas o bilhetinho vai sempre provocar um belo sorriso. É a prova incontestável de que alguém nesse mundão notou a nossa presença, ainda que momentaneamente.

Além disso, o bilhetinho pode carregar várias outras funções. Pode, inclusive literalmente, ser o seu cartão de visitas. Nele você já pode mostrar um pouco da sua personalidade e o que você tem de melhor. Um bilhetinho criativo chama a atenção, pois nada mais raro que alguém criativo nesse mundo de hoje! Um bilhetinho carinhoso e gentil também é diferencial, afinal, o que mais temos na noite são pessoas que, de fato, não querem nem pensar em atos carinhosos e gentis (você pode até ser um deles, mas o bilhetinho disfarça essa intenção e facilita as coisas. É fato. Hahaha). Além disso, por mais moderna e independente que a mulher possa parecer, atos de romantismo sempre estão em alta com o público feminino, mesmo que haja afirmações em contrário. E o bilhetinho é algo clássico, exala romance, além de ser ato presente em inúmeros filmes “água com açúcar” que nós, mulheres, tanto amamos. Então, mesmo que seu objetivo não seja bem um romance de filme de Hollywood, utilizar a tática desses filmes pode lhe trazer inúmeros benefícios. Vale a pena tentar!

Formas de uso dos bilhetinhos

Há três maneiras de você usar o bilhetinho:

(mais…)

Universo FemininoA PrimaPor: A Prima

Meus meninos! Como prometido, aqui está a continuação do post: Primeiro encontro – O que não fazer! Agora meus safadjenhos, vocês saberão o que fazer na hora de marcar o primeiro encontro!

Tudo que nós, mulheres, buscamos em um primeiro encontro é conhecer os potenciais do garoto, para avaliar se ele vale algum investimento ou não. E responda sinceramente: quem consegue mostrar mesmo o melhor de si quando está totalmente desconfortável?  Ao cogitar os locais para levar sua garota, pense primeiro naquilo que você gosta de fazer e domina bem. E depois procure saber se é algo que também a agrada minimamente. Tá difícil de entender? Então vamos a duas situações bem comuns, e veja se você se enquadra em uma delas:

1ª situação – Se você é um homem que dança bem algum estilo, pergunte se a garota gosta deste estilo, e leve-a a um lugar onde você possa dançar com ela, mas também consiga conversar um tempo razoável antes de começar a dança. Você precisa conseguir dar o espaço necessário para a conversa, senão, “you’re out”. Se tiver mesas e um clima aconchegante, melhor ainda, pois você já pode aproveitar para iniciar alguma aproximação mais discreta, com leves toques nas mãos e olhares com intensidade gradativa.

(mais…)

Por ai

Atenção: Antes de começar a ler este post, recomendamos que você dê o play neste vídeo e deixe rolando enquanto conhece uma das melhores casas de música latina de São Paulo, o Rey Castro.

A Casa

A primeira vista o ambiente lembra uma construção de Havana – Cuba, da década de 50, mas ao entrar já nos deparamos com uma boa integração entre a temática do bar e o conforto.

Fachada Rey CastroA casa possui uma programação variada que pode ser conferida no site. Quando a equipe HSF esteve por lá era uma Quinta-Feira, quando toca a banda Espírito Cigano, que por si só já garante uma noite de boas músicas e muitas risadas.

Logo na entrada encontramos uma área com cadeiras e  mesas altas e a chapelaria. Neste ponto a casa se divide em uma pista no térreo com um bar, algumas mesas e cadeiras altas próximas ao bar, o palco e os banheiros. Por uma escada na lateral você tem acesso ao mezanino dos camarotes, onde encontramos mais algumas mesas altas, um bar e caixa exclusivo para o camarote, banheiros e uma ampla vista da banda e da pista.

(mais…)