Posts com Tag ‘A Prima’

Universo FemininoA Prima

Olá lindinhos!

Depois de um post voltado para aqueles que estão dispostos a se amarrar, começo uma série voltada para aqueles que estão sozinhos. E o assunto da vez é: como sobreviver, aproveitar e ter sucesso na balada.

Se você está sozinho, não há lugar melhor pra conhecer pessoas novas do que uma balada. Mas para que isso aconteça de uma forma saudável, segura e, principalmente, produtiva, algumas dicas são importantes e fazem toda a diferença. Afinal de contas, você não se achou (nem achou nenhuma parte sua) no lixo, então você merece encontrar pessoas interessantes, certo? 😉 E é isso que vamos começar a trabalhar hoje, e o faremos em doses homeopáticas.

Nada melhor que começar exatamente do começo, não é? Então, o pontapé inicial está na preparação para a balada. Muita gente acha que pegar o carro, sair rodando pela cidade e parar na balada que parecer mais cheia e interessante é o mais fácil e produtivo. Ih, queridos, não mesmo! Isso inclusive pode ser fonte de vários outros novos problemas.

Canso de ver por aí um mooooooonte de gente perdida em baladas. Quem são os perdidos de baladas? Aqueles que não têm nada a ver com o estilo dela (um metaleiro que cai num pagode, um cowboy que cai numa trance, ou um machão que cai numa balada GLBT), ou que vão preparados pra uma coisa e encontram outra (vão super alinhados para um lugar despojado, ou o contrário). O resultado para os perdidos de baladas é, geralmente, desastroso. E é exatamente isso que vamos evitar com as dicas de hoje!

(mais…)

Universo FemininoA PrimaPor: A Prima

Olá lindinhos!

Tudo correu bem no final de semana. Você saiu, conheceu uma garota interessante, conseguiu se aproximar, manter contato e até a conquistou. Você conseguiu o telefone dela. Foi uma noite agradável, e você quer sair de novo com a gata. E aí? Como fazer isso acontecer, sem passar a idéia de que você está desesperado por um encontro e queimar o filme?

O assunto parece meio superado e pacificado, mas nas minhas andanças e pesquisas em blogs especializados descobri que não. Numa sexta dessas eu estava em uma balada e pesquei boa parte da conversa de um grupo de cinco homens sobre o assunto. O mais velho deles estava contando que tinha conhecido uma mulher fantástica na noite anterior (quinta-feira) e que tinha ligado para ela naquele dia (sexta-feira) para marcar um encontro para o sábado. O mais novo do grupo logo soltou: “seu otário! Ligou pra garota no dia seguinte? Tinha que esperar pelo menos dois dias! Agora ela vai achar que você apaixonou e vai começar a fazer jogo duro!”. Rapidamente, um outro rapaz concordou com o que o amigo tinha acabado de dizer, e os outros dois discordaram. E isso rendeu uns bons 10 minutos de assunto.

Os machistas extremos de plantão costumam defender que o correto é ligar para a garota 3 dias depois, para que o rapaz não pareça “desesperado”. Já o grupo mais desencanado defende que os homens devem ligar o quanto antes, para não dar espaço para eventuais novos concorrentes ou mesmo para evitar que a garota acabe perdendo o interesse. E ai? Como resolver a questão?

(mais…)

E a conta do motel? Quem paga?

Publicado: julho 8, 2010 por A Prima em Universo Feminino
Tags:, ,

Universo FemininoA PrimaPor: A Prima

Olá lindinhos!

Dando continuidade ao post da semana passada(Pagar a conta, dividir ou deixar que ela pague? Eis a questão!), vamos falar sobre a conta que gera mais polêmica: a conta do motel. Quem nunca ouviu o argumento de que, como o prazer é dos dois, os dois têm que contribuir? Mas imagine que você topou com uma garota que é tradicionalista. Esperar que ela pague uma parte é perda de pontos na certa, e talvez até motivo para um cartão vermelho antecipado.

Para a primeira vez do casal no motel, mais do que nas outras situações, o ato de pedir a conta é crucial e é primordial que seja feito por você, danadjenho. JAMAIS peça para a sua garota ligar para a recepção e pedir a conta. Você pode estar com preguiça, pode estar apertado para ir ao banheiro, ou pode achar que não há nada de errado nisso. Seja qual for o caso, não transfira essa tarefa para sua garota! Por mais descolada que ela seja, é uma situação constrangedora, e pode proporcionar as mais diversas leituras da sua personalidade: desde um homem totalmente desleixado até um cara fraco que se esconde atrás da mulher, passando por um “mandão de primeira”. De qualquer maneira, a chance de ser uma leitura negativa (e ensejadora de um cartão vermelho antecipado) é grande.

Feito o pedido da conta, vale as dicas do post anterior:

  • Vá preparado para pagar a conta sozinho – Como você pode estar lidando com uma tradicionalista, melhor evitar qualquer constrangimento ou até mesmo discussão sobre o assunto. Então, proponha e leve um estabelecimento e uma suíte que sejam compatíveis com o seu orçamento, e conte com um gasto extra com comidas e bebidas.

(mais…)

Universo FemininoA PrimaPor: A Prima

Olá, lindinhos!

O assunto de hoje é polêmica que existe há tempos e está longe de ter uma solução definitiva. Quem nunca ficou sem saber o que fazer quando, durante um encontro, a conta da noite chega? A dúvida é cruel: segue-se a tradição social do “homem banca tudo”, a velha máxima do “quem convida, paga”, a justiça da divisão em partes iguais ou o modernismo da auto-suficiência feminina?

Não há resposta certa pré-definida para a questão, e a opinião é bem dividida. É só dar uma olhada nas comunidades sobre o assunto no Orkut para ver que não há consenso. Quando estava escrevendo este post, a comunidade “Homem tem que pagar a conta” estava com 5.607 membros, e a comunidade “Mulher também paga a conta” estava com 6.122 membros, fora outras inúmeras comunidades menores sobre o assunto. E há argumentos que sustentam todos os posicionamentos.

Existem aqueles danadjenhos e danadjenhas que são machistas ou defensores árduos do extremo cavalheirismo (posturas que, aliás, são separadas por uma linha tênue e até se confundem, o que será objeto de post futuro), que entendem que arcar com as despesas é tarefa do homem. Têm como fundamento a tradição.

O oposto deste posicionamento está com partidários do feminismo, que sustentam tanto a divisão dos custos entre lindinho e lindinha quanto o suporte total dos custos pela garota, especialmente quando o convite parte dela. A justificativa para este comportamento está na famosa “igualdade de sexos” e na independência feminina conquistada ao longo do tempo, que permitiu que as mulheres pudessem alcançar mais facilmente a autosuficiência financeira.

(mais…)

Universo Feminino

A PrimaPor: A Prima

Olá meus lindinhos!

O post de hoje tem como objetivo responder a uma pergunta extremamente recorrente entre os homens: por que os homens mais bonitos geralmente acabam perdendo as mais gatas para os caras mais comuns?

Você sai na noite com os amigos. Ao chegar na balada, acaba se deparando com aquela mulher bonita, interessante e disponível, que logo chama sua atenção. Você, confiando no seu taco, dá início às suas táticas de sedução. Tudo parece correr bem até que você olha, e lá está sua garota com um cara que, em uma primeira olhada, não é tão bonito quanto você nem parece mais interessante! E aí você fica com aquela cara de “Whatahell?”*. Pois é. Aposto que você já passou por isso antes, né lindinho?

Há alguns anos discuti esse assunto com meu irmão. Eu mesma nunca entendia direito como ele, sendo generosamente gordinho e sem nenhum atrativo físico diferenciado, tinha tantas seguidoras fiéis e um considerável número de admiradoras declaradas e discretas, enquanto vários amigos deles super gatos estavam sempre a ver navios. E ele me deu a chave do sucesso: bom humor é fundamental – ou estratégico.

Meu sábio e pegador irmão (enquanto solteiro, claro) assim me disse: fazer uma mulher rir representa 70% da conquista inicial; 20% fica com a conversa mais séria; e o resto fica por conta de vários outros elementos, dentre eles o físico. E de fato é isso mesmo. Desde que ouvi essa receita de sucesso, passei a observar bem o que minhas amigas falavam sobre os gatinhos que chamavam a atenção delas, e passei a observar também o que de fato prendia minha atenção nos carinhas que me abordavam. E o bom humor apareceu sempre como o elemento comum e determinante (só perde mesmo para os casos de paixão à primeira vista e amores arrebatadores.. mas isso fica pra ciência explicar pra gente, ou para os mais românticos e defensores da teoria da existência das almas gêmeas).

(mais…)

Links da semana

Vídeos

  • Se Lost fosse a próxima novela das 20h da Rede Globo – abrir
  • Versão original de Wavin Flag, uma das músicas tema da Copa 2010 – abrir
  • (O HSF Recomenda) Fritada – Humoristas fritando Rita Cadilac – abrir
  • LOTR – The fellowship of the vuvuzela – abrir

Imagens

Capa - Revista Veja

Dispensa qualquer comentário!

Sites e Matérias

  • Vuvuzela Virtual 01 – abrir
  • Vuvuzela Virtual 02 – abrir
  • (O HSF Recomenda) Escrevendo um e-mail com sua própria letra – abrir
  • Nike lança tênis para o Google e Twitter – abrir
  • Os rumos da alfaiataria esportiva para o verão de 2011 – abrir
  • 15 curiosidades sobre Os Simpsons (Que você provavelmente não sabia) – abrir

Top Posts HSF

  • Copa do Mundo bem acompanhado – abrir
  • Morando sozinho – As Repúblicas – abrir
  • Bilhetinhos – abrir
  • Hidratação Labial sem Frescura – abrir

Bilhetinhos

Publicado: junho 17, 2010 por A Prima em Universo Feminino
Tags:, , , , ,

Universo FemininoA PrimaPor: A Prima

Olá, meus lindinhos!

Em época de Copa do Mundo e festas juninas, com vários eventos sociais agendados e possibilidades ilimitadas de interação potencializadas por alto grau de alterações etílicas (pegação facilitada pelo álcool), resolvi tratar de algo que pode facilitar a azaração: os bilhetinhos.

Começo contando um caso que acompanhei recentemente em uma das minhas aprontações pela noite em uma das cidades desse meu Brasilzão. Estava conversando com duas garotas, e uma delas (a mais bonita) falava sobre os carinhas que “chegaram nela” durante a noite. Fechou seu relato dizendo: “Gostei mais do japinha… sabe por quê? Ele me deu um bilhetinho”. Perto de nós estavam três rapazes que, diante da afirmação da bonitinha, reagiram na hora dizendo “Haaaaa pára, né… vai dizer que você, dentre tantos caras mais bonitos e chamativos, escolheria o japinha por causa de um bilhetinho??? Mulher nem gosta dessas coisas! Bilhetinho é barango!”.

É, existem várias baranguices no mundo. Uma coisa que não é baranga: bilhetinho. Já essa postura dos três bonitinhos é uma dessas baranguices (isso porque, acreditem ou não, dois deles me confidenciaram depois que estavam querendo ficar com as duas mocinhas com as quais eu estava conversando. Queriam, e tiveram essa postura. Conseguiram? Aham.. Conseguiram exatamente da mesma forma que o Green conseguiu segurar aquela bola no jogo Inglaterra x EUA). Para tentar provar para os três garotinhos que eles estavam equivocados, passei a perguntar para cada mulher que passava pelo local qual a opinião delas sobre os bilhetinhos. E a resposta foi unânime: se tem um conteúdo minimamente aceitável, é um diferencial e tanto. Nada barango. Nem preciso dizer que os três rapazes ficaram com cara de paisagem a cada resposta feminina, né?

Pois bem, meus amores. Sabem por que os bilhetinhos fazem sucesso com o público feminino? Nós, mulheres, gostamos muito de boas lembranças. Com os bilhetinhos, temos uma lembrança concreta de um momento agradável, em que fomos observadas, notadas e desejadas. A noite pode ter sido uma tragédia, mas o bilhetinho vai sempre provocar um belo sorriso. É a prova incontestável de que alguém nesse mundão notou a nossa presença, ainda que momentaneamente.

Além disso, o bilhetinho pode carregar várias outras funções. Pode, inclusive literalmente, ser o seu cartão de visitas. Nele você já pode mostrar um pouco da sua personalidade e o que você tem de melhor. Um bilhetinho criativo chama a atenção, pois nada mais raro que alguém criativo nesse mundo de hoje! Um bilhetinho carinhoso e gentil também é diferencial, afinal, o que mais temos na noite são pessoas que, de fato, não querem nem pensar em atos carinhosos e gentis (você pode até ser um deles, mas o bilhetinho disfarça essa intenção e facilita as coisas. É fato. Hahaha). Além disso, por mais moderna e independente que a mulher possa parecer, atos de romantismo sempre estão em alta com o público feminino, mesmo que haja afirmações em contrário. E o bilhetinho é algo clássico, exala romance, além de ser ato presente em inúmeros filmes “água com açúcar” que nós, mulheres, tanto amamos. Então, mesmo que seu objetivo não seja bem um romance de filme de Hollywood, utilizar a tática desses filmes pode lhe trazer inúmeros benefícios. Vale a pena tentar!

Formas de uso dos bilhetinhos

Há três maneiras de você usar o bilhetinho:

(mais…)

Links da semana – 002

Publicado: junho 14, 2010 por Bruno Freitas em Links da Semana
Tags:, , , , , ,

Links da semana

Vídeos

  • Save Galvao Birds –  “CALA BOCA GALVÃO” – abrir
  • Carro é transformado e cortador de grama – abrir
  • Mehl Maher – Programa do Jô – abrir

Matérias e Sites

  • Revista Você S/A – O que faz alguém gostar de você? – abrir
  • Pré-Programação da 55ª Festa de Peão Barretos – abrir
  • XBox Project Natal agora se chama Kinect revela Microsoft – abrir

Top Posts HSF

  • Primeiro encontro – A conversa: O que dizer? – abrir
  • Primeiro encontro – A conversa: O que não dizer? – abrir
  • Inverno para os homens – abrir

Universo FemininoA PrimaPor: A Prima

Olá meus danadjenhos!

Ficaram curiosos para saber o que não dizer no Primeiro Encontro? A Prima hoje revela os segredos para saber o que não dizer, dá dicas caso você trave na hora e ainda te ensina a aprender com seus erros! Confira!

O que não dizer

Assuntos e debates polêmicos – tente evitá-los ao máximo. Uniões homoafetivas, pena de morte, aborto, são assuntos sobre os quais todo mundo tem algo a dizer. Mas guarde este tipo de tópico para outros momentos, não para o primeiro encontro. Se você se depara com alguém que tem um ponto de vista radicalmente oposto ao seu, você dificilmente terá elementos para superar essa diferença, e a chance de tomar um fora em razão disso aumenta bastante.

Passado, especialmente o amoroso – Deixe o passado para trás. Todo ser humano tem uma necessidade quase gritante de rechear qualquer encontro, amoroso ou não, com suas desventuras da época de criança, e principalmente do campo amoroso. Se for para falar sobre o passado, fale de algum caso engraçado e trivial, que faça sua garota se divertir…. Mas não fale do divórcio dos seus pais, ou de acontecimentos trágicos. Você está num primeiro encontro, então o ideal é só marcá-lo com coisas boas, e não com assuntos pesados. Deixe isso para outros momentos.

(mais…)

Universo FemininoA PrimaPor: A Prima

Olá, meus lindinhos!

Andei conversando com alguns dos meus danadjenhos mais próximos, ouvi algumas histórias na última semana, e percebi que há um ponto crucial relacionado ao primeiro encontro que merece um tratamento especial: a conversa.

De fato, a conversa é a parte mais importante do primeiro encontro, pois é ela que irá fazer o encontro ser agradável ou não, assim como também dirá rapidamente se vocês têm algo em comum. Além disso, é fato: nós, mulheres, somos apaixonadas por uma boa conversa. O gatinho que não consegue levar um bom e diversificado papo dificilmente emplaca uma boa impressão com a garota. Assim, se você tem dificuldades para manter uma boa conversa durante um tempo razoável, seguem aqui algumas dicas do que dizer e do que não dizer. A regra geral é: ao mesmo tempo em que é importante ser você mesmo, é ainda melhor mostrar seu lado mais interessante, na medida certa. Vocês estão apenas conhecendo um ao outro e certas coisas não precisam aparecer, pelo menos logo de cara. Vamos lá?

Como escolher o que dizer e como dizer

Levante previamente informações sobre a garota – não há uma receita fechada que indique de forma certa o melhor assunto para se abordar durante o primeiro encontro. É uma questão que deve ser cuidadosamente arquitetada como se fosse um jogo de xadrez, em que você terá que levar em consideração tudo o que sabe sobre a garota que lhe interessa. Vale inclusive uma espiadinha – disfarçada – no Orkut, Twitter, e similares, porque isso lhe indicará o que poderá ser de interesse dela, e o que definitivamente está fora de cogitação. O cavalheiro que faz sucesso com as mulheres não precisa ser belo, ele apenas é dono de uma boa sensibilidade e conhece informações importantes.

Seja otimista – Já percebeu como você normalmente se acha mais atraente nos dias em que está feliz e bem com você mesmo? Então, lindinho.. Esteja com pensamentos positivos, pois naturalmente ficamos mais atraentes e interessantes quando estamos para cima. Transporte essa energia positiva também para a conversa, e tente sempre encontrar algo prazeroso para discutir. Afinal, toda mulher gosta de homens que sejam alegres, positivos.

(mais…)