Arquivo por Autor

Morando sozinho: Morar com parentes

Publicado: julho 22, 2010 por O Mosqueteiro em Morando Sozinho
Tags:, , ,

Morando sozinho

Mesmo com um pouco de demora, afinal este mosqueteiro lutava com trabalho e faculdade, venho tentar me redimir com mais uma matéria. Na verdade, dou continuidade à série de posts sobre o que é o de morar sozinho.

Realmente o desafio de sair de casa sempre nos assusta, mas por muitas vezes se torna obrigatório, seja por uma nova vida acadêmica, seja por uma nova vida profissional, a mudança exige muito de nós pessoal e moralmente.

Já contei um pouco sobre morar em republica, suas vantagens e desvantagens, mas algo muito comum que vemos nas grandes cidades também é o de morar com parentes, mesmo que não muito próximos, eles acabam sendo uma escolha muito comum, seja aquela avó, tio, tia e primo que moram numa grande cidade ou mesmo moram na cidade onde temos que nos mudar.

Esta opção é muito mais comum do que pensamos, e ela visa especialmente a redução dos custos, lógico, um parente nosso não nos cobra aluguel, ele já possui a casa montada, e ocasionalmente nos pedirá alguma ajuda numa despesa ou outra.

Cuidado na hora de escolher com que parentes você vai morar!

(mais…)

Morando sozinho: As Repúblicas

Publicado: junho 14, 2010 por O Mosqueteiro em Morando Sozinho
Tags:, , ,

Morando sozinho

Esta semana tive um desafio, pensar em algo interessante e marcante para deixar como minhas primeiras linhas no HSF.

Tive diversas dicas de temas, alguns do Bruno Freitas outros da “Prima”, mas como bom mosqueteiro que sou, tenho uma tendência à rebeldia, assim inauguro falando sobre as breves reflexões de como é morar sozinho num lugar como Sampa City.

Primeiro é importante definir o motivo de sua vinda a um centro como o que escolhi viver, São Paulo, depois de um tempo poderia classificar os imigrantes da seguinte forma:

  1. República;
  2. Morar com parentes;
  3. Morar sozinho;
  4. Pensionato;

Classificados os imigrantes, então é importante sabermos também os motivos que eles deixaram a saia da mãe para enfrentar sozinhos este admirável mundo novo das grandes cidades. Isso também é importante para definir até mesmo a faixa de idade e seus reflexos no tipo de cada imigrante.

Moradores de Republica ou candidatos a tal condição, bem vindos, hoje o tema é somente de vocês, nos próximos posts falo dos outros três imigrantes.

De cara eu sempre tive uma bendita dúvida do porque se chama “República” uma acomodação geralmente de Estudantes e sem relação de parentesco. Mesmo resgatando um pouco eu latim, ou mesmo uma breve olhada em qualquer dicionário República é coisa pública, ou melhor, uma forma de governo onde geralmente o governante eleito é um presidente, que é chefe de estado ou quando o caso  chefe de estado e de governo. Visto isso, nunca entendi por que um bando de gente morando junta se chama assim, que eu saiba ninguém é chefe de Estado dentro de uma republica.

Por que “República”?

Bom, descobri que a república tem origens lusitanas, em 1309 quando da estruturação da Universidade de Coimbra, Dom Dinis por decreto real promoveu a construção de casas que deviam ser habitadas por estudantes, mediante o pagamento de um aluguel fixado por uma comissão nomeada pelo rei formado de estudantes de gentios (homens bons). Dessa forma se buscava minimizar os gastos de moradia aos estudantes do reinado que iam a Coimbra.

(mais…)