Morando sozinho: As Repúblicas

Publicado: junho 14, 2010 por O Mosqueteiro em Morando Sozinho
Tags:, , ,

Morando sozinho

Esta semana tive um desafio, pensar em algo interessante e marcante para deixar como minhas primeiras linhas no HSF.

Tive diversas dicas de temas, alguns do Bruno Freitas outros da “Prima”, mas como bom mosqueteiro que sou, tenho uma tendência à rebeldia, assim inauguro falando sobre as breves reflexões de como é morar sozinho num lugar como Sampa City.

Primeiro é importante definir o motivo de sua vinda a um centro como o que escolhi viver, São Paulo, depois de um tempo poderia classificar os imigrantes da seguinte forma:

  1. República;
  2. Morar com parentes;
  3. Morar sozinho;
  4. Pensionato;

Classificados os imigrantes, então é importante sabermos também os motivos que eles deixaram a saia da mãe para enfrentar sozinhos este admirável mundo novo das grandes cidades. Isso também é importante para definir até mesmo a faixa de idade e seus reflexos no tipo de cada imigrante.

Moradores de Republica ou candidatos a tal condição, bem vindos, hoje o tema é somente de vocês, nos próximos posts falo dos outros três imigrantes.

De cara eu sempre tive uma bendita dúvida do porque se chama “República” uma acomodação geralmente de Estudantes e sem relação de parentesco. Mesmo resgatando um pouco eu latim, ou mesmo uma breve olhada em qualquer dicionário República é coisa pública, ou melhor, uma forma de governo onde geralmente o governante eleito é um presidente, que é chefe de estado ou quando o caso  chefe de estado e de governo. Visto isso, nunca entendi por que um bando de gente morando junta se chama assim, que eu saiba ninguém é chefe de Estado dentro de uma republica.

Por que “República”?

Bom, descobri que a república tem origens lusitanas, em 1309 quando da estruturação da Universidade de Coimbra, Dom Dinis por decreto real promoveu a construção de casas que deviam ser habitadas por estudantes, mediante o pagamento de um aluguel fixado por uma comissão nomeada pelo rei formado de estudantes de gentios (homens bons). Dessa forma se buscava minimizar os gastos de moradia aos estudantes do reinado que iam a Coimbra.

O termo republica surgiu em razão de que, os moradores dessas casas eram divididos em Plebeus que eram aceitos nas casas por votação e após outra votação se tornavam Repúblicos. Daí que veio o termo de República de estudantes, pois todos são eleitos para ingressar na republica e depois de galgarem o titulo de republicos eles se tornam iguais a todos os demais.

No Brasil elas surgiram em 1876 em Ouro Preto quando da Fundação da Escola de Minas, atual Universidade Federal de Ouro Preto que se criou a figura de uma cidade universitária planejada. Existindo hoje Republicas Federais (mantidas pela Universidade Federal) e as particulares, formadas por estudantes e por eles mesmos mantidas.

Vantagens

A primeira de todas é a independência que se ganha ao morar longe dos pais de família, aprende a ter mais disciplina, não são casas impessoais como as pensões, se possui mais liberdades, e de acordo com os moradores da República a mesma pode sempre ter o tom alegre e divertido, as despesas não ficam tão altas para siportar sozinho, além de ser bom quando se sai de casa não ficar sozinho num grande centro.

Desvantagens

Os limites ultrapassados pelos moradores; não ter um espaço individualizado somente seu; ocasionalmente podem ocorrer brigas por motivos relevantes (divisão das despesas, barulhos, sujeira) como motivos menos relevantes (como sentar num lugar do sofá, esquecer a TV ligada ou deixar a internet de todos lenta ao baixar filmes e seriados).

Vale a pena?

Como experiência para cada um que optou por morar em republica posso falar que a maior das vantagens é o viver em micro-sociedade, aprender a respeitar o outro, a se impor limites e cobrar limites dos demais, buscando assim a hamornização dentro desta forma de lar.

Quando morei na forma Republica tive ótimas experiências, recomendo a todos que mesmo por um breve período arrisquem, mesmo com desvantagens consideráveis é uma forma de amadurecimento que podemos ter.

Kit de Sobrevivência em uma República

Como dica aos futuros moradores de República existem alguns itens essenciais para uma vida aceitável;

  • Camas: Sem comentários, já vi tentarem montar esquemas de dormir de colchonetes, abortem esta idéia, o pobre coitado não vai sobreviver para ver seus 30 anos.
  • Microondas: É um dos melhores amigos da Republica, sempre estará a disposição para as comidas congeladas (compradas e da mamãe), além de muitas receita praticas para quem não tem saco ou tempo para ficar cozinhando sempre.
  • Escorredor de macarrão: Desnecessário falar de seu uso para o salvador miojo ou mesmo aquele macarrão básico que qualquer um pode fazer. Afinal nem só de fast-food vive o homem;
  • Armário: Sim, armar esquemas de linha e cabides para as roupas e bagunças no chão não são o melhor dos mundos, além de que queima o filme se conseguir levar a namorada ou namorado para casa e você estiver vivendo como um refugiado de Ruanda;
  • Televisão: A menos que seja um eremita ou um afastado da civilização comprem uma TV;
  • Geladeira: Minimamente tem que gelar a cerveja e a pizza da noite anterior;
  • Copos: (vidro ou plástico) pelo menos 3 por morador;
  • Talheres: Um jogo simples de 24 sai por 20 a 25 reais;
  • Pratos e ao menos uma panela e uma frigideira: A era dos Vikings acabou a um tempo, então por favor o mínimo de civilidade é comer num prato e fazer comida na panela.
  • Vassoura, Rodo e Pá de Lixo: Não precisa que vocês limpem a republica, mas a pobre da faxineira não vai conseguir com telepatia limpar a sujeira da casa.
  • Panos de prato e de chão: Dois de cada já resolvem a sua vida.
  • Fogão: Muitos dirão que é opcional, pois com o microondas sua vida alimentar esta parcialmente resolvida. Mas pense que miojo, macarrão e o molho para as besteiras salvadoras ficam melhor se feitas no fogão;
  • Mesa e quatro cadeiras: Não vem com este papinho de que no Japão se come no tatami, pois até justifica não ter cadeiras, mas garanto que lá se usa mesa;
  • Roupa de Cama, Travesseiro e Cobertor: Sim se você vier do litoral como eu onde quando faz frio faz 15 graus e se depara com uma cidade que no frio faz 8 ou 9 graus faça este favor a si.

Garanto que no mínimo os futuros Republicos com estes itens terão uma vida um pouco civilizada, lógico, recomendo que por causa dos custos tentem arrumar um apartamento mobiliado, mas eles são mais caros e mais difíceis de encontrar. Boa sorte!

Salut!

comentários
  1. Teté disse:

    morar em republica vale a pena e mutchoooooooooo!!! moro c 6 meninas. é uma loucura.. mas nao dá nem tempo de ficar sozinhaaa =D

  2. Felipe Galvao disse:

    Estou sem tv faz uns 3 anos, talvez eu seja um eremita… E sobre o fogão indico aqueles de duas bocas, paguei uns 20 reais e faz até feijoada; além do mais ocupa pouquissimo espaço. Tenho um armário alto e ali eu coloco tudo! O centro de entretenimento é uma mesa office que sustenta o computador e o hometheather – e ali que o chicote estrala.
    Saudações, foi uma boa matéria!
    Galvao

    • Bruno Freitas disse:

      Está sem TV, mas garanto que não sem internet certo? Dá para compensar uma coisa com a outra hoje em dia!
      E quanto ao fogão de 2 bocas, eles são mesmo uma boa alternativa para apartamentos menores ou para quem não tem necessidade de forno!
      Obrigado pela visita! Um grande abraço!

  3. […] contei um pouco sobre morar em republica, suas vantagens e desvantagens, mas algo muito comum que vemos nas grandes cidades também é o de […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s